Notícias

Região - GERAL - 18/03/2019 15:45

Profissionais das Engenharias, Agronomia e Geociências do Sudoeste vão discutir melhorias do setor

Reuniões preparatórias para congresso estadual serão realizadas de 18 a 21 de março, em Palmas, Pato Branco, Realeza e Francisco Beltrão

Foto: Assessoria

A Regional Pato Branco do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) promove, de 18 a 21 de março, reuniões preparatórias para o 10º Congresso Estadual de Profissionais (CEP). Podem participar profissionais das Engenharias, Agronomia e Geociências cadastrados na regional, além de instituições de ensino, entidades de classe e acadêmicos dos cursos relacionados.

Serão realizadas reuniões nas quatro Inspetorias do Crea-PR na região Sudoeste, sempre com início às 18h30: dia 18, no auditório da Acipa, em Palmas; 19, no auditório do Crea-PR, em Pato Branco; dia 20, no auditório da Câmara de Vereadores de Realeza; e 21, no auditório da Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão. 

Karlize Posanske, Engenheira Civil, coordenadora regional do Colégio de Inspetores da Regional Pato Branco do Crea-PR, explica que o CEP acontece a cada três anos e que as reuniões preparatórias servem para discutir melhorias no sistema.

"Após as reuniões nas quatro Inspetorias, vamos levar as propostas para uma reunião que acontecerá na Regional Pato Branco, em abril, quando haverá uma seleção das questões que serão levadas para o CEP, em Foz do Iguaçu, de 31 de julho a 2 de agosto", resume a Engenheira, que destaca a importância da participação dos profissionais ligados ao Conselho. As proposições definidas no âmbito do Estado serão levadas ao 10º Congresso Nacional de Profissionais (CNP), marcado para setembro, em Palmas (TO).

A Engenheira Agrônoma Marlene de Lurdes Ferronato, chefe da Inspetoria de Pato Branco do Crea-PR e professora doutora da UTFPR - Câmpus Pato Branco na área de Ciências Agrárias, destaca que, além das reuniões preparatórias, os profissionais podem encaminhar propostas pelo site do Crea-PR ou pelo aplicativo para dispositivos móveis.

"Mas é importante que os profissionais participem das reuniões preparatórias, para elegermos mais um delegado para participar da defesa das propostas da nossa região, no congresso em Foz do Iguaçu", explica. Marlene enfatiza que as reuniões discutirão aspectos que possam contribuir "para o bem maior da classe profissional e das diferentes modalidades".

O tema do CEP deste ano é sobre estratégias da Engenharia e Agronomia para o Desenvolvimento Nacional, com ênfase para a inovação tecnológica.

O inspetor-chefe da Inspetoria de Francisco Beltrão, Itamir Montemezzo, Engenheiro Civil e de Segurança do Trabalho, explica que a intenção é envolver a classe e também a comunidade sudoestina.

"As reuniões preparatórias possibilitam também a aproximação dos profissionais ligados às Engenharias com o Crea-PR. É a oportunidade de discutirmos questões importantes para os Engenheiros e as empresas que atuam no setor. E não apenas sugerir, mas implementar mudanças", afirma Motemezzo.

O Engenheiro Mecâncio Jair Henrique Giongo, de Pranchita, inspetor-chefe da Inspetoria de Realeza, revela que a participação dos profissionais ligados ao Crea-PR na região poderia ser mais efetiva e ressalta que a reunião preparatória é uma oportunidade para fazer melhorias no setor.

"É importante que os profissionais levem novas ideias, que possam virar mudanças no sistema ou até mesmo nas leis. Precisamos, por exemplo, buscar alternativas para reforçar a posição do Conselho como um órgão oficial junto à sociedade e ao sistema judiciário", analisa Giongo.

Assessoria 

Leia também

Mais lidas

Leia também

Mais lidas